67º EDIÇÃO ANUAL DOS JOGOS VORAZES
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Sudoeste - A Astey

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Lennox Wave
Admin
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Sudoeste - A Astey   Ter Jun 03, 2014 8:28 pm

Relembrando a primeira mensagem :



A ASTÉY
 

Ao atravessar a passagem sudoeste, o Tributo começa a ver enormes colunas se erguendo em sua frente. Era possível distinguir vários templos em ruínas e algumas estruturas semelhantes à arena da cornucópia, mas em menor escala. Toda a área estava repleta de edificações em ruínas - umas em melhor estado, outras em pior - e estas edificações formavam ruas estreitas, mas que com as paredes abertas das edificações parecia transformar toda a área num enorme labirinto. 
Um enorme muro delimitava a área, pelo que a única maneira de escapar do local seria pelo mesmo sítio por onde entraram.





Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://67hungergames.forumeiros.com

AutorMensagem
Margo Roth

avatar

Mensagens : 30
Idade : 22
Localização : Distrito 12

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qua Jul 02, 2014 3:45 pm

MARGO ROTH


    Uma sensação me consome por inteira. Uma sensação pior que todas que já tive. O medo. Nunca havia sentido algo assim antes. Minha adaga já está posicionada para que posso lutar com todas minhas forças.

    Os caracteres apenas servem para aumentar meu medo. Sei que há algo que terei que lutar. Um bestante, um animas carnívoro, um canibal. Sei lá...mas sei que algo está errado neste labirinto.

    Continuo marcando as paredes ou símbolos e desenhos que me vêm a cabeça. Fico decorando a ordem da primeira à última marca que fiz. Mas apesar do meu medo, Dylan me conforta, ele me faz sentir em um lugar tranquilo, um lugar com paz. Estou definitivamente apaixonada. Nunca havia sentido algo assim.

    RESUMO:
    -Continuar marcando as paredes
    -Ficar atenta á tudo
    -Estar com minha adaga em mãos para atacar se necessário

    DON'T GET TO CLOSE IS DARK INSIDE...HERE IS WHERE MY DEMONS HIDE



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennox Wave
Admin
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qua Jul 02, 2014 8:45 pm



A ASTÉY
 

17:00h
O ar parecia mais fresco e o céu mais escuro...

Rya decide arriscar e entrar na tenda estranha. Ela estava preparada para fugir assim que algo acontecesse, mas no mesmo momento em que a garota entra na tenda, as duas cortinas que faziam a entrada/saída se enrolaram uma na outra que nem serpentes.
Tudo estava escuro. A garota não conseguia enxergar nada, mas sentia como o ar estava abafado. Um arrepio percorreu o seu pescoço, mesmo no segundo antes de um flash enorme invadir a tenda, revelando alguns objetos estranhos e assustadores pendurados.

É então que ele aparece: bem em frente da garota, o que parecia ser o fantasma do garoto do Seis - o mesmo que Rya havia morto na Cornucópia. Assustada e surpreendida, a garota observa o rapaz que jurava ter morto da cabeça aos pés, e é nesse momento que descobre que ele se tratava de uma projeção vinda de uma espécie de bola de cristal que se encontrava no chão. Ele se esfuma no momento a seguir, com um grito agudo e assustador acompanhando-o. No momento seguinte, a bola de cristal projeta outra ilusão: uma projeção da própria Rya, morta, com uma flecha atravessando seu pescoço.




Margo e Dylan seguem seu caminho pelo labirinto. Sempre com cautela, mas sem saber o que os esperava. O barulho dos cascos parecia cada vez mais forte, mais nítido, mais intenso - até que se deixou de ouvir por completo.  O ocorrido fora demasiado estranho, mas mesmo marcando as paredes, o casal já estava demasiado dentro do labirinto. Há medida que eles andavam, as paredes começavam a tornar-se cada vez mais curvas, como se todo ele apontasse para um centro. Foi Dylan que ia cruzar mais uma parede, quando notou um cheiro intenso a animal mesmo antes de o ver: Uma criatura enorme, metade touro metade humano, segurando um machado duplo também ele enorme. Dylan recuou e se escondeu atrás da parede no mesmo segundo, assustado - o monstro parecia não ter notado ainda a sua presença.







Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://67hungergames.forumeiros.com
Margo Roth

avatar

Mensagens : 30
Idade : 22
Localização : Distrito 12

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Sex Jul 04, 2014 8:15 pm

MARGO ROTH


    Dylan olha para mim de forma assustada. Ele está demasiado pálido e parece ter visto a morte. Já sei o que me espera.

    Dou um passando silencioso e dou uma leve espiada. O monstro é aterrorizante. Estou a ponto de me matar aqui e agora, mas não sou de desistir facilmente.

    - Dyl...o que vamos fazer?! - pergunto como se o medo estivesse me sufocando - essa coisa pode acabar com a gente em poucos segundos!

    Espero respostas de Dylan, mas o garoto parece estar em pânico assim como eu. Preparo minha arma e fico e percebo que não há outra opção a não ser tentar acabar com essa fera. Mesmo assim espero respostas de Dylan
    Dylan.

    RESUMO:
    -Pedir ajuda a Dylan
    -Preparar minha arma para lutar
    -Ficar atenta ao bestante e à qualquer outra coisa

    DON'T GET TO CLOSE IS DARK INSIDE...HERE IS WHERE MY DEMONS HIDE

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dylan Matheson

avatar

Mensagens : 35

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Dom Jul 06, 2014 9:43 pm


Dylan Matheson

Vi aquele monstro horrendo e recuei sem que ele se apercebe-se e escondi-me logo. O que era aquela merda, nunca vi nada assim, era enorme, parecia demasiado forte, e ainda tinha aquele machado duplo, onde nos viemos meter.

Olhei para a margo sem falar para que ela nota-se que algo se passa-se e se escondesse, ela iria reparar em como estava assustado. Que iríamos nos fazer agora? Fugir ou lutar?

Olhei para o meu arco agarrei com força e pensei que eu não me podia acobardar, tenho de lutar para sobreviver e vou espetar na cabeça dele minhas flechas envenenadas, se tudo correr bem ele rapidamente cairá morto. Mas teria de ter cuidado, se ele nos ataca-se bastava uma vez para morrermos.

Tentei silenciosamente chamar Margo para ao pé de mim, depois de ela perceber que algo estava mal e antes mesmo de falar ela falou muito baixinho.

- Dyl...o que vamos fazer?! – Perguntou ela, reparando na sua voz a tremer, ela estava com medo. - essa coisa pode acabar com a gente em poucos segundos!

-Margo, se fugirmos ele podemos ouvir, se o atacarmos teremos mais hipóteses de sobreviver, e se o veneno afectar rapidamente melhor, se não, temos de o empatar ate ele cair. – Falei proponho minha ideia, - Vou mirar no pescoço dele, na parte onde não tem músculo, no coração, e em caso de estar vivo ainda mirar nas pernas.

Preparado para atacar o bestante, preparei o arco com uma flecha, movi-me silenciosamente de modo a não me notar e mandei a 1 flecha em direcção ao pescoço, rapidamente mandei outra em direcção ao peito para envenenar rapidamente seu coração. A flecha ao perfura-lo, o veneno iria começar a fazer efeito e assim iria morrer.

Quando ele me notar mandar rapidamente um flecha em direcção as pernas e correr o máximo possível com margo pelo labirinto seguindo as marcas que ela fez nas paredes. Se ele não morrer e continuar vindo atras de nos atirar outra flecha contra ele.

Resumo:

• Falar com margo
• Atacar o bestante sem que se aperceba que estou ali( como descrito acima);
• Fugir rapidamente se nos tentar atacar seguindo as marcas nas paredes com margo;
• Desviar-me de possíveis ataques com o machado;
• Mandar mais uma flecha caso continue a seguir-nos.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rya Lokidottir

avatar

Mensagens : 32
Idade : 21
Localização : Distrito 8

Estado
Fome:
50/100  (50/100)
Sede:
50/100  (50/100)
Saúde:
100/100  (100/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Dom Jul 06, 2014 10:44 pm


Rya Lokidottir

A tenda se abre e depois de alguns momentos uma coisa meio estranha apareceu. O fantasma do garoto que me encarou e que o matei. Merda aquele garoto do distrito seis quer agora me assombrar? Merda para o fantasma… Estou farta de muitos homens e agora tinha que aturar um fantasma? Nesse momento apercebi-me que não era mais que um projecção do tributo e isso me aliviou, tava a ver que estes filhos da mãe já sabiam ate criar fantasmas. Aquilo saiu de uma bola de cristal e depois de se ouvir um grito agudo e assustador ele desaparece.

Com o flash que se deu apercebi-me de alguns objectos estranhos que me deixaram curiosa mas ao mesmo tempo assustada. Mas a bola de cristal é que era interessante, o que poderia ser de facto aquilo.

Nesse momento outra projecção mostra-me eu própria morta, fiquei demasiado assustada e recuei um pouco. Seria uma bola de cristal que me mostrava o futuro? Não, não podia ser, eu não posso morrer, ainda por cima com uma flecha na cabeça. Visto aquilo olho para a projecção para ver algum detalhe ou pormenor.

Comecei a procurar detalhes naquelas projecções para ver se me indicava alguma coisa que tinha de fazer, algo que me ajudasse. Olhei para todos os objectos a minha volta e tentei perceber o que eram e a ver se podiam ser úteis, como também a bola de cristal podia ser útil.

Resumo:

• Ver tudo dentro da tenda e ver minha morte;
• Ter atenção a todos os pormenores da projecção;
• Procurar algo de útil na tenda e ver todos os detalhes;
• Ter cuidado e atenção a possíveis ataques;
• Se for atacada de surpresa tentar fugir e desviar de tudo.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennox Wave
Admin
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Seg Jul 07, 2014 11:17 pm



A ASTÉY
 

18:30h

Rya não se deixa levar pelo medo e continua explorando a tenda mesmo após esta ter mostrado sua possível morte. Essa projeção apenas mostrava a imagem da garota morta, nada mais. É então que a garota houve uma voz ecoando em sua mente...


"Mostraste não ter medo do futuro... passaste o teste, parabéns. Aqui tens a tua recompensa"


A projeção apagou-se e logo surgiu de novo, dividindo-se em quatro feixes de luz. Cada um mostrava uma parte diferente da Arena. (Rya terá agora acesso visual a cada parte da Arena durante um período limitado de tempo).

Dylan conversa um pouco com Margo até decidirem o que fazer. Eles ouvem o bufar se tornar cada vez mais intenso. É então que Dylan decide investir - ele anda lentamente até ao final da parede, de arco armado, e sem dar muito nas vistas tenta disparar sua primeira flecha envenenada - mas no último segundo, os olhos do bestante abrem mais e ele movimenta seu braço de uma forma extremamente rápida, fazendo a flecha voar ao fazer ricochete na sua pulseira. Ele então bufa extremamente alto que quase faz as paredes tremer. Dylan e Margo não pensam duas vezes e começam a correr, com o bestante correndo pesadamente atrás deles. Dylan tenta voltar para trás e lançar uma flecha em movimento, mas o bestante facilmente a desvia com o machado. O casal saberia que bastava o bestante lançar seu machado para acabar com a vida deles. Margo não podia tentar nada, uma vez que ela precisaria de se aproximar suficientemente do bestante para utilizar sua adaga.

É então que o casal se vê num beco sem saída. Dylan mantém seu arco armado, mas o minotauro estava em posição defensiva. Eles precisariam distrair o bestante para o conseguir atacar. Ele olha para Dylan e depois para Margo, depois aponta para a garota do 12 - o que quereria ele dizer?





Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://67hungergames.forumeiros.com
Rya Lokidottir

avatar

Mensagens : 32
Idade : 21
Localização : Distrito 8

Estado
Fome:
50/100  (50/100)
Sede:
50/100  (50/100)
Saúde:
100/100  (100/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qui Jul 10, 2014 6:06 pm


Rya Lokidottir

A minha suposta morte não me fez ir abaixo, afinal eu não podia morrer, ia dar de tudo de mim para vencer e se morrer, irei morrer com dignidade. Então enquanto ia começar a explorava o local, ouvi uma voz que me assustou um pouco.


“Mostraste não ter medo do futuro... Passaste o teste, parabéns. Aqui tens a tua recompensa”


Nesse momento a projecção mostrou algo novo, apareceram 4 feixes de luz, e cada um mostrava uma parte diferente da arena. O meu deus, que sortudo que sou, agora consigo ver toda a gente, mas espera não consigo ver o Dylan nem as outras duas. Se calhar é porque eles estão no mesmo caminho que eu. Merda…

Em todos os lados as coisas estavam um pouco mas e começavam em todos eles a correrem grandes riscos. Agora podia ir para outro local, mas sozinha não é muito boa ideia. Podia ir procurar pelo Dylan.

Enquanto via todos os tributos e locais onde eles estavam, apercebi-me da falta de alguns tributos, minha aliada maresia foi morta, não acredito. Era uma miúda tão nova e tao cheia de energia. Coitadinha se não tivesse vindo para aqui teria um futuro brilhante.

Mas o que eu iria fazer agora? Eu podia ir ter com minha outra aliada, ela esta só, mas ir agora para la, só me poderia trazer problemas, era preferível ficar onde estou. Será que devia procurar pelo Dylan, Margo e Yeda? Bem era melhor de que ir para outra zona, eu ainda tenho Auto-preservação, não me iria arriscar.

Bem este local pode servir de abrigo ou ate mesmo para dormir, mas como ainda não é noite eu poderia procurar ou explorar um pouco mais aquela zona onde estou, mas é melhor ter cuidado com os bestantes. Tenho de estar sempre armada e preparada. E acho que agora tambem é hora de procurar por comida, vou explorar o mercado e arredores.


Resumo:


• Ver todas as partes da arena e tributos;
• Decidir ficar naquele local ( como descrito acima);
• Explorar o local enquanto não anoitece;
• Ter cuidado e atenção enquanto exploro, com possíveis encontros de bestantes;
• Procurar por comida.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Margo Roth

avatar

Mensagens : 30
Idade : 22
Localização : Distrito 12

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qui Jul 10, 2014 7:08 pm

MARGO ROTH

     




 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dylan Matheson

avatar

Mensagens : 35

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qui Jul 10, 2014 7:18 pm


Dylan Matheson

Nada do que eu fiz serviu para matar aquele gigantesco bestante, um minotauro, quem teve a estupida ideia de o por aqui nos jogos e ainda por cima faze-lo tão rápido? Que pouca sorte que tive, como eu pode falhar tanto? Não é possível, a próxima vez ele não terá chance, ainda para mais eu não posso deixar ele nos matar.

Enquanto fugíamos não demos conta e ficamos encurralados pelo minotauro, comecei logo a pensar numa estratégia para distrai-lo e estava a espera que não nos ataca-se, mas se nos ataca-se tínhamos de ser rápidos e desviar. Neste caso só eu o poderei matar pois se nos aproximar-mos podemos morrer na hora e Margo só pode ataca-lo se estiver perto. Esta situação esta muito complicada, que irei eu fazer? Estava super nervoso mas Margo parecia mais e sem saber o que fazer…

Nesse momento quando pensei que a besta nos ia atacar ele olha para mim e depois para Margo, e assim aponto para ela como se quise-se algo dela. Será que a iria tentar matar primeiro? Que posso eu fazer.

-Margo tem cuidado!!! – Disse eu baixo para o minotauro não ouvir. – Tenta distraído e tentar ver o que ele quer realmente, não parece querer atacar. -Pedi eu pensando um pouco.

O minotauro não parecia querer matar ela apesar de estar a apontar para ela, tenho de perceber as intenções dele. Margo podia tentar distrair a besta, chamando a atenção dele, tentando descobrir o que ele quer. Se assim acontecer eu vou-me afastar um pouco e podia procurar uma abertura ou fraqueza para o poder debilitar ou matar ele dependendo das intenções do minotauro.

Ao procurar uma abertura ou partes fracas do minotauro, percebo que tinha de atacalo em uma parte específica, assim se tiver hipóteses de o fazer vou fazer. Se ele tiver de costas para mim e estiver distraído vou atirar uma flecha contra a nuca sem que ele mesmo se aperceber. Não o poderei atacar de frente, pois ele vai se defender com o machado por isso ao estar de lado e tiver hipóteses vou enfiar uma flecha na orelha dele. Ou seja vou aproveitar a melhor oportunidade pra atacar a parte mais sensível que estiver desprotegida no minotauro e assim conseguir mata-lo com ajuda da distracção de Margo.

E assim vou fazer com o arco armado e pronto para disparar um flecha, eu não poderia permitir que ele nos ataca-se ou que nos mata-se. Não podemos morrer já.

Resumo:

• Falar muito baixinho com margo, pedindo que distraia o minotauro;
• Enquanto é distraído, vou procurar alguma abertura ou fraqueza para o debilitar ou matar;
• Estar atento a todos os movimentos dele e atacar se precisar com meu arco;
• Perceber se o posso atacar;
• Aproveitar a melhor oportunidade pra atacar a parte mais sensível que estiver desprotegida no minotauro.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rya Lokidottir

avatar

Mensagens : 32
Idade : 21
Localização : Distrito 8

Estado
Fome:
50/100  (50/100)
Sede:
50/100  (50/100)
Saúde:
100/100  (100/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qui Jul 17, 2014 8:55 pm


Rya Lokidottir

Depois de ter percebido que já era noite e que so a tenda que tinha entrado estava aberta, entrei novamente para ficar mais segura. De certeza que estaria a salvo de tributos e bestantes.

Voltei a olhar para as imagens de todos os caminhos que os tributos haviam passado e fiquei a ver o que todos andavam a fazer. Parece que esta tudo calmo, se calhar devia descansar e quando amanhecer vou a procura de comida. Espero que nada aconteça, vou descançar um pouco só. Pego na minha arma e meto-a perto de mim para caso sinta algo acordar e ver o que se passa.

Espero que esteja tudo bem com o dylan e as minhas aliadas. Espero que entretanto morram mais alguns tributos, para não me preocupar tanto. E assim fiquei a olhar para as imagens que o cristal mostrava ate pegar o sono, coisa que ainda não tinha.
Resumo:
• Voltar para a tenda;
• Descansar e olhar para as imagens dos cristais;
• (Ate já bicth).




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dylan Matheson

avatar

Mensagens : 35

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qui Jul 17, 2014 9:10 pm


Dylan Matheson

Merda aquele boi prendeu Margo, como vou salva-la? E por que o veneno não atuou? O minotauro levou-a para uma clareira onde ele estava antes e ficai logo a pensar que provavelmente ele a queria comer, mas porque ela e não a mim?

Muito estranho, mas tenho de aproveitar esta oportunidade para continuar a procura duma fraqueza nele e perceber que o veneno esta a actuar. Continuei a ver o que ele estava a fazer sempre com o arco pronto para atirar nele, se ele estivesse mais uma vês distraído iria atirar outra flecha nele para acelerar o processo do veneno, talvez assim morria mais rápido antes de me atacar ou fazer algum mal a Margo.

Merda tou em risco de perder a Margo, é demasiado cedo. Tenho de a salvar e matar aquela besta estupida. Se ele começar a fazer algum mal a Margo vou atirar outra fecha numa zona mais sensível que estiver desprotegida no minotauro.

Resumo:
• Tentar compreender o minotauro e espia-lo;
• Esperar para que o veneno actue;
• Perceber se o posso atacar;
• Aproveitar a melhor oportunidade pra atacar a parte mais sensível que estiver desprotegida no minotauro se ele tentar atacar Margo.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennox Wave
Admin
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qui Jul 17, 2014 11:03 pm



A ASTÉY
 

20:30h
UM CANHÃO DISPARA!

Rya decide voltar para a tenda anteriormente explorada para passar a noite. Ela volta a ver as imagens projetadas e tem uma visão nítida sobre a morte a que o canhão pertencia. Ela então aproveita o sossego para descansar. (só tens que voltar a postar na manhã seguinte)

Dylan observa o comportamento do Minotauro para ver se o veneno fazia efeito, mas até agora nada. Ele vê o bestante mirando a entrada formada pelas paredes, como se esperasse algo. Passado algum tempo, ele recua e começa a andar mais lentamente, até dar um grande bocejo. Talvez estivesse perto da hora de ir domir...




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://67hungergames.forumeiros.com
Rya Lokidottir

avatar

Mensagens : 32
Idade : 21
Localização : Distrito 8

Estado
Fome:
50/100  (50/100)
Sede:
50/100  (50/100)
Saúde:
100/100  (100/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Seg Jul 21, 2014 9:45 pm


Rya Lokidottir
Neste momento estou a dormir, por favor não me chateiem pois estou a aproveitar os meus sonhos, coisa que não espera acontecer durante o jogo.
Posso estar a dormir mas a vezes que acordo só para ver se esta tudo bem.
Sou mesmo linda...



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dylan Matheson

avatar

Mensagens : 35

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Seg Jul 21, 2014 9:46 pm


Dylan Matheson

Depois de observar o minotauro comecei a perceber uma brecha, ele estava a ficar com sono, ele vai adormecer e quando acontecer tenho de aproveitar. Mas uma questão veio-me a cabeça enquanto espera ele dormir.

Porque que depois de lhe acertar com uma flecha nas costas, o veneno não teve efeito? Muito estranho. Mas depois de pensar veio me logo uma ideia. Se em animais de grande porte a anestesia venenos etc, tem diferentes efeitos e durações com certeza como o minotauro e demasiado grande as proporções do veneno deviam ser maiores para ter efeito.

Sendo assim e melhor utilizar mais veneno, mandando mais uma flecha ou então aproveitar para por veneno directamente na boca dele para o efeito ser imediato. Mas isso poderia se tornar complicado. Por agora vou esperar ele adormecer.

Enquanto espero vou tentar fazer alguns sinais para a margo me ver para que ela não faça nada que o possa acordar.

Resumo:
• Esperar que o minotauro adormeça;
• Pensar em varias soluções sobre o minotauro (como descrito no post);
• Estar sempre a atento ao minotauro e a tudo oresto para naoser apanhado desprevenido;
• Fazer alguns sinais a margo que se encontra presa.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennox Wave
Admin
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Seg Jul 21, 2014 11:45 pm



A ASTÉY
 

8:30h
TRÊS CANHÕES DISPARAM!

Rya continua a dormir... (podes acordar quando quiseres)
Margo à espera do príncipe encantado...
Dylan vê o que consegue fazer com as suas costas doridas mas apenas consegue rastejar. Ele acaba por pedir ajuda aos patrocinadores, mas nada chega. Talvez por o garoto estar em uma área fechada, a oferta só chegaria quando este saísse desta. Ele rasteja até à saída da clareira em busca de algo para amortecer a queda da gaiola mas vê que é inútil, pois dentro do labirinto tudo era igual. Ele teria que pensar em outra forma de salvar Margo.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://67hungergames.forumeiros.com
Dylan Matheson

avatar

Mensagens : 35

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Sab Ago 02, 2014 9:07 am


Dylan Matheson

Estou completamente na merda, se não me conseguir mexer mais estou fudido e vou morrer aqui. Eu podia pedir ajuda a Margo com o meu problema mas ela também esta em apuros, esta presa numa jaula. Se eu não me conseguir mexer não vou conseguir salva-la.

Tenho de perceber o que realmente tenho, no meu distrito eu sou enfermeiro, a quedas que podem influenciar perda do movimento durante algum tempo ou muito. Por isso vou tentar seguir um exame físico, para que possa perceber o que esta afectado e o que não consigo e consigo mexer e os sintomas. Não morrerei aqui. Tentar pedir ajuda a margo era uma boa opção.

-Margo que achas que eu deve fazer? Como achas que poderia voltar a andar? – perguntei eu sem saber o que fazer, já a ficar desesperado.

Tenho de tentar melhorar de alguma forma, talvez melhore se for mudando de posição com alguma frequência e também se for fazendo alguns exercícios de movimentos podem ajudar-me a começar a mexer-me melhor. Talvez seja so algum osso fora do sitio que com um pouco de esforço volto a polo no sitio… Se não melhorar nada o que me resta e tentar dormir e descansar o corpo, talvez esteja melhor quando acordar e se não tiver vou continuar a arranjar formas para me mexer, pois em ultimo caso vou atirar uma flexa na corda que segura a jaula no ar, e assim terei a ajuda de margo, de certeza que aquela queda não e muita e não acontecerá nada com margo.


Resumo:


• Falar com margo, pedindo ajuda;
• Tentar fazer exercícios e mudar de posições de maneira a tentar ajudar o meu movimento voltar (como descrito no poste);
• Tentar melhor de qualquer forma;
• Se nada resultar, mandar um flecha na corda que segura a jaula para libertar margo para assim me ajudar ao liberta-la.




Desculpa o atraso

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennox Wave
Admin
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qua Ago 13, 2014 7:01 pm



A ASTÉY
 

8:30h
TRÊS CANHÕES DISPARAM!

Rya dormindo...
Dylan tenta pedir ajuda a Margo  mas a garota não tem ideia do que possa fazer. O garoto percebe que a noite fez com que a sua dor diminuisse mas ainda não se conseguia mexer bem. Como último caso, o garoto decide lançar uma flecha na direção da corda que segurava a gaiola - uma flecha certeira que largou a gaiola com um estrondo enorme. Margo fica um pouco atordoada e com algumas dores, mas nada grave.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://67hungergames.forumeiros.com
Margo Roth

avatar

Mensagens : 30
Idade : 22
Localização : Distrito 12

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qui Ago 14, 2014 11:32 pm

MARGO ROTH

     


    Tudo dói, parece estar girando. Sinto-me desconfortável e logo me lembro onde estou. Jogos Vorazes...o lugar em que, por incrivel que pareça estou bem, estou ao lado do garoto que amo, me sinto livre como nunca antes.


    Levanto-me alguns minutos após cair, Dylan parece preocupado com meu estado, mas logo alerto-o de que estou bem. "Agora precisamos apenas sair daqui" digo ao garoto, ele faz uma cara demasiada confusa onde não deixou claro se concordou ou discordou. Preciso apenas me recompor e vazar dessa merda de labirinto.


    RESUMO:
    -Me recuperar do tombo
    -Dizer a Dylan que precisamos sair logo do labirinto
    -Sair do labirinto tentando reconhecer as marcas que deixei na parede


    DON'T GET TO CLOSE IS DARK INSIDE...HERE IS WHERE MY DEMONS HIDE!!



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rya Lokidottir

avatar

Mensagens : 32
Idade : 21
Localização : Distrito 8

Estado
Fome:
50/100  (50/100)
Sede:
50/100  (50/100)
Saúde:
100/100  (100/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qua Ago 20, 2014 8:31 pm


Rya Lokidottir

E la estava eu a correr com toda a minha força, quase a desistir, enquanto dylan estava atras de mim e a atirar-me flechas, já tinha uma espetada no ombro a dor era imensa. Tudo parecia impossível, como ele iria correr atras de mim, não tava a espera mas e normal, estamos num jogo.

Fiquei demasiado cansada, tropecei e cai, minha morte agora era certa, olho para Dylan enquanto ele me olhava sadicamente como um maluco e ria-se na minha cara. Pousou o arco, agarrou numa faca, logo depois os cabelos e cortou-me a garganta… aaaaaaaaahhhhhh.

- Merda, so foi um sonho, que susto… Isto esta a dar-me cabo da cabeça. –Acordei assustada e com um respirar rápido. – Tenho fome…

Olhei a minha volta e vi que estava ainda naquela tenta, olhei outra vez para as imagens e do que se estava a passar e decidi então sair da tenta. Tinha de procurar por outra tenta, para encontrar comida muito rapidamente, estar com fome pode me fazer mais fraca, e preciso de toda a força.
Saiu da tenta olho para todas as outras bancas com tendas e olho para o tempo que esta. Com maxima atenção olhei para tudo para ver se havia algum perigo e assim segui em frente em segurança com minha arma pronta.

Resumo:
• Sair da tenta e procurar alimento;
• Ver qual tenda entrar a procura de comida;
• Ver se tem alguma ameaça e estar atenta.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dylan Matheson

avatar

Mensagens : 35

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Ter Ago 26, 2014 4:52 pm


Dylan Matheson
Boa, consegui liberta-la, agora vou conseguir melhorar com a ajuda dela e prosseguir em frente. Tenho de recuperar rapidamente e voltar a cem por cento ao jogo para não morrer, agora que chegamos até aqui não poderei morrer, não seria um coise de um boi que me iria deitar a baixo, mas para a próxima vez tenho de ter mais cuidado se não estou fodido.

- Margo, preciso que me ajudes, ainda não estou bem. Preciso de recuperar antes de irmos embora. – Pedi eu ajuda ainda meio esquisito e a sentir-me um pouco mal. – Antes de sair-mos do labirinto preciso recuperar as minhas flechas que utilizei contra o minotauro.

Depois de pedir ajuda, procurei o local onde caíram as flechas e logo depois lembrei-me que era melhor inspeccionar o local onde estávamos e ver o que o minotauro podia ter ou tinha que nos ajuda-se em algo. De certeza que alguma coisa ali ou no minotauro podia nos ser útil na arena. Tinha-mos de ter cuidado, mas depois de me levantar seria mais fácil recuperar e procurar melhor algo de útil, e depois podíamos ir embora do labirinto.

Quando estiver a sair daquele local, ir a procura das flechas perdidas pelo labirinto com a margo e depois sair de la, pelas marcas deixadas pela margo.

Resumo:
• Pedir ajuda a margo( como descrito no poste);
• Depois de me levantar procurar algo de útil no local e no minotauro;
• Sair do labirinto e encontrar as flechas perdidas(como descrito no poste).




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennox Wave
Admin
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Sex Ago 29, 2014 5:49 pm



A ASTÉY
 

11:30h

Rya acorda e decide ir investigar as outras tendas. Na mesma zona do mercado, ela consegue identificar um peixe desenhado em uma das placas e outra com um sol e uma lua unidos em um só. Os carateres escritos por baixo dos símbolos eram impossíveis de decifrar...

Dylan pede ajuda a Margo, que já estava com pressas para sair do local, apesar das limitações do garoto. Eles decidem investigar a zona do minotauro, mas o único objeto valioso era o seu machado enorme e impossível de ser transportado pelos garotos. Eles então abandonam a zona, com o objetivo de recuperar as flechas perdidas de Dylan, que consegue encontrar todas menos uma. Margo procura pelos símbolos que deixou gravados na parede, mas já lá não estava nada... aliás, o caminho parecia totalmente diferente ao feito anteriormente.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://67hungergames.forumeiros.com
Rya Lokidottir

avatar

Mensagens : 32
Idade : 21
Localização : Distrito 8

Estado
Fome:
50/100  (50/100)
Sede:
50/100  (50/100)
Saúde:
100/100  (100/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qua Set 03, 2014 9:02 pm


Rya Lokidottir

Andei a ver as tendas a procura de algo para comer ate que uma das placas me chamou a atenção, tinha desenhado um peixe numa das placas e tinha de ver se poderia haver alguma coisa para comer. Mas como saberei se posso comer? Merda…

Nesse momento vejo outra placa que me chama a atenção que continha um sol e lua unidos num só desenhado, parecia algo interessante, mas o que deveria fazer? Ainda por cima não sabia ler os caracteres, o que poderia significar aquilo?

Só duvidas que eu tinha, mas o que deveria fazer? Acho que me devia seguir pelo desenho do peixe, talvez pode-se haver comida, vou entrar na tenda para ver se havia alguma coisa e com todo o cuidado possível. Algo poderia correr mal e pode haver alguma armadilha, preciso de ter cuidado. Depois se não houver nada vou ate a outra tenda que tem a placa com o sol e lua.

Resumo:
• Ir até a tenda que tem desenhado um peixe e explorar a procura de comida ou algo que possa ajudar;
• Ter muito cuidado com armadilhas ou outros perigos;
• Estar atenta a tudo;
• Se não houver nada, ir a outra tenda com a placa sol e lua, a procura de comida e explorá-la.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Margo Roth

avatar

Mensagens : 30
Idade : 22
Localização : Distrito 12

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qua Set 03, 2014 10:47 pm

MARGO ROTH


    Não sei o que fazer. Mas a fome me consome. Não vejo muito perigo no lugar em que eu e Dylan estamos. Não vejo problema em explora-lo.
    - Dyl....acho que devemos ficar aqui mesmo...vamos dar uma olhada por aqui. - sugiro a Dylan. Em seguida, sento-me um pouco e pego uma maçã da minha mochila. Não comia há muito tempo, e isso sem dúvida me aliviou muito. Olho para Dylan e ofereço-lhe um pedaço da minha maçã. Quero que ele se sente do meu lado...quero conversar com ele e chorar no ombro dele, mas me lembro que estamos nos jogos. Não há lugar para conversas aqui.

    RESUMO:
    -Sugerir a Dylan que exploremos o local.
    -Sentar para descansar um pouquinho.
    -Comer uma maçã.

    DON'T GET TO CLOSE IS DARK INSIDE....HERE IS WHERE MY DEMONS HIDE!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dylan Matheson

avatar

Mensagens : 35

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qua Set 03, 2014 11:08 pm


Dylan Matheson

Encontrei as flechas e arrumeias na aljava e fomos então a procura da saída através das marcas deixadas pela margo, mas infelizmente não havia nada em lugar nenhum, estávamos perdidos.

-Margo estamos perdidos, e agora? –Perguntei eu preocupado.- Temos de explorar o labirinto e ver como sair daqui rapidamente.

Mas entretanto minha barriga roncou, a fome estava a dar de si, tinha de comer, pois se não comermos enquanto podemos e tudo esta calma, noutra altura não poderemos e isso iria me tornar mais fraco, como faria isso com margo. Será que ela teria comida? Se não tiver tenho de lhe dar alguma coisa. Precisamos os dois um do outro para depois explorarmos o caminho e sair dali.

-Margo tens comida? Se não tiveres eu tenho alguma e posso te dar alguma coisa, mas temos de poupar. – Ofereci comida a margo apercebendo-me que ela comia uma maça. –Obrigada pela maça mas eu tenho comida, mas se tiveres mais fome posso partilhar alguma coisa.

Depois de comermos vamos prosseguir em frente a explorar o local com todo o cuidado.

Resumo:
• Sugerir a Margo que exploremos o local;
• Sentar para descansar um pouquinho
• Comer uma banana e partilhar comida se margo quiser.
• Ter cuidado e atenção ao labirinto.
• Andar sempre ao lado da margo para não nos separar-mos.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennox Wave
Admin
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   Qua Set 03, 2014 11:47 pm



A ASTÉY
 

12:30h

Rya decide entrar na tenda com o desenho do peixe e a cortina fecha-se logo atrás da garota. Um clarão enorme quase cegou a garota, e quando esta abriu os olhos novamente, bem na sua frente, na parede, estavam dois desenhos com poucos pormenores inscritos. Um mostrava um peixe castanho, o outro um azul. A cor deles brilhava estranhamente. Por baixo, uma palavra:

"Escolha."



Dylan e Margo decidem parar para descansar e comer um pouco. Eles dividem a comida que têm, até que que se levantam para continuar o caminho. É nesse momento que os rugidos surgem de novo...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://67hungergames.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Sudoeste - A Astey   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Sudoeste - A Astey
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
67º Edição Anual dos Jogos Vorazes :: Os Jogos :: Sudoeste-
Ir para: