67º EDIÇÃO ANUAL DOS JOGOS VORAZES
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 A Colheita no Distrito 11

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Lennox Wave
Admin
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: A Colheita no Distrito 11   Qui Abr 03, 2014 11:08 am


A Colheita no Distrito 11

A Colheita então tem seu início. Depois de inscritos, todos os jovens entre 12 e 18 anos se dirigem para seus lugares. Todos os garotos e as garotas do distrito estavam ali. Todos separados por idade. Muitos deles estavam nervosos, alguns até choravam.

Depois do discurso do Prefeito, uma representante da Capital chega para dar início ao sorteio. Ela veste roupas estranhas e tem seus cabelos tingidos de uma cor muito artificial. O filme trazido direto da Capital começa a rodar, e quando o mesmo termina, a mulher histérica e de aparência artificial começa seu show.

- Chegou a hora de selecionar os nobres e corajosos tributos que terão a honra de representar o Distrito 11 na Sexagésima Sétima Edição Anual dos Jogos Vorazes!

Tributos do Distrito 11!

Você deve postar nesse tópico, narrando quando chegou, assistiu ao filme e viu tudo acontecer. Mas atenção! Você irá narrar apenas a sua entrada, o tributo será selecionado por mim, então não deve mencionar que se voluntariou ou foi selecionado, narre apenas que você está presente no local. O que sente.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://67hungergames.forumeiros.com
Alden Yeda

avatar

Mensagens : 17
Localização : Distrito 11

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Colheita no Distrito 11   Sab Abr 12, 2014 4:57 am


Alden Yeda

― NÃO IMPORTA! ― gritei para minha irmã pela terceira vez naquela manhã. ― Eu não posso estar simplesmente bonita. Eu PRECISO estar exuberante!

Ela tornou a arrumar o arranjo com flores em meus cabelos. Traçando cuidadosamente os ramos por entre os fios.

― Não entendo sua mudança súbita de hábitos. Nunca se importou antes de se arrumar para a colheita.

Revirei os olhos. Será que a boboca ainda não tinha percebido o que eu estava prestes a fazer?

― Tenho dezesseis anos, Chaellin. Agora tenho vontade própria também.

― Deveria ter movimentos próprios também ― falou mamãe, entrando no quarto. ― Porque sua irmã está arrumando seu cabelo?

― Porque ela gosta ― respondi, sem desgrudar o olhar de Chaellin.

Minha mãe encarou-a em busca de uma aprovação. Chaellin assentiu.

― Gosto do cabelo de Alden.

Eu sorri, segurando a gargalhada.

Minha irmã mais velha era alta e magra, os cabelos negros naturais contrastavam com os meus fios vermelho sangue. Já estava livre da colheita havia dois anos. Fazia alguns meses que eu descobrira que Chaellin estava namorando um colhedor do distrito. Se mamãe descobrisse ela estaria perdida. Agora eu tinha uma carta na manga e uma escrava para toda hora.

― Porque está se arrumando tanto, Alden?

― YEDA! ― eu berrei. ― QUERO QUE ME CHAMEM DE YEDA!

Mamãe saiu impaciente.

Melhor pra mim, assim não precisaria explicar o porquê de tanta arrumação.

― Você tirou aquela idéia absurda da cabeça não foi, Ald... Yeda?

Chaellin vinha tentando me ajudar a voltar ao centro musical do meu distrito, devo mencionar que muito a contra gosto, mas as pessoas não gostam do meu estilo musical, das minhas roupas ou do meu cabelo.  Acabei descobrindo que quero muito mais que cantar numa rodinha de amigos ou em apresentações na casa do prefeito.

Eu queria ser reconhecida por todos, aparecer na TV da Capital, ser famosa!

Infelizmente só havia uma forma de alcançar tudo isso: vencendo os Jogos Vorazes.

Eu já estava decidida. Iria me voluntariar, ganhar os jogos e ser rica, famosa e sambar na cara de todo mundo usando salto 12 e jogando dinheiro pro alto.

― Cala a boca e arruma as flores direito!

Após estarmos todas prontas, fomos eu, minha irmã, mãe e pai para a praça do distrito. Minha irmã fingia não notar enquanto as pessoas me encaravam com inveja enquanto eu seguia majestosa por entre a plebe. Eles não haviam visto nada ainda.

Coloquei-me entre as garotas com o olhar altivo deixando clara minha postura superior à delas. Nunca se viu nada igual no Distrito 11. Eu faria história.

Chegava o momento do sorteio, o momento em que eu apagaria a lembrança do meu irmão e faria acontecer!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennox Wave
Admin
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: A Colheita no Distrito 11   Dom Abr 13, 2014 7:25 pm


O Sorteio

- Primeiro as damas!

A mulher então remexe os papeizinhos dentro do globo com seus dedos longos e magros, até que ela retira um deles de lá de dentro. Ela sorri ao ler o papel, antes de anunciar o nome do Tributo Feminino do Distrito 11 daquela Edição.

- Leonora Reignbow.

Todas as garotas respiram aliviadas, menos uma. Os Pacificadores a acompanham até o palco, até que uma voz familiar se faz notar. A voz de uma voluntária: Alden Yeda. Todos pareciam impressionados.
A estranha mulher então se dirigi até o globo com os nomes dos garotos e retira um papel. Assim como os das meninas, ela faz um pequeno suspense, mas logo anuncia o nome do garoto.

- Dorian Crowford.

Os Pacificadores o levam até o palco. Uma vez que seu nome foi chamado e ninguém tomou seu lugar, não há como voltar atrás.

- Se cumprimentem e bom Jogos Vorazes!


Então a Colheita se encerra.

Descrevam qual foi o sentimento de vocês ao se voluntariar e o que sentiram no palco. Personagens extra deverão postar o que sentiram em relação aos selecionados.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://67hungergames.forumeiros.com
Alden Yeda

avatar

Mensagens : 17
Localização : Distrito 11

Estado
Fome:
0/100  (0/100)
Sede:
0/100  (0/100)
Saúde:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Colheita no Distrito 11   Dom Abr 13, 2014 9:44 pm


Alden Yeda

― Leonora Reignbow ― anunciou a representante da Capital.

Ela estava duas garotas ao meu lado. Também tinha dezesseis anos e era uma vadia. Eu não acreditava que livraria a pele dessa garota...

Só por um instante pensei em desistir do voluntariado, mas isso já não era opção.

Leonora começou a chorar e me deixei desfrutar um pouco do momento até que os pacificadores vieram buscá-las. Foi quanto gritei, revelando a todos o meu voluntariado. Leonora me encarou com gratidão e se derramando em lágrimas veio me agradecer. Dei um empurrão nela e ela recuou confusa.

― Sai daqui, garota. Vai amassar minha roupa desse jeito! ― Arrumei minha roupa delicadamente e passei por ela, que me encarava agora com espanto. ― Não me olha assim, criatura! ― esbravejei. ― Não fiz isso por você.

Atravessei o mar de pessoas que me encaravam emudecidas e segui para o palco me sentindo exultante. Nunca me senti tão exposta e... eufórica.

Outro nome foi sorteado, e um sonoro “aaaah!” de tristeza ecoou pela praça quando o garoto subiu ao palco. Sorri friamente para ele evitando tocar em sua mão, e se ele fosse colhedor como o namorado de Chaellin? Só Deus sabe onde essa gente põe a mão.

Olhei triunfante para as pessoas na praça, quando notei a expressão zangada de minha mãe. Chaellin chorava inconsolável ao seu lado, e meu pai parecia abalado demais para ter qualquer reação.

É... Minha despedida seria mais que interessante.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dorian Crowford

avatar

Mensagens : 5

Estado
Fome:
90/100  (90/100)
Sede:
75/100  (75/100)
Saúde:
100/100  (100/100)

MensagemAssunto: Re: A Colheita no Distrito 11   Seg Abr 14, 2014 10:01 pm



DORIAN CROWFORD


Eu oiço meu nome ser chamado. Mas é para meus irmãos que eu imediatamente olho. Eles estão juntamente com a mãe que parece estar soluçando. Vê-los assim por minha causa me parte o coração...

Sinto alguém me empurrar e isso me faz andar até ao palco. Meus olhos ainda estão perdidos na multidão, como se meu cérebro tivesse esquecido de avisar deles da realidade. Agora que estou aqui em cima, à vista de todos, consigo ouvir um enorme soluço coletivo. Eu era conhecido por minha aparência diferente da maioria dos tons de pele negros do Distrito Onze, mas ninguém conhecia meu nome a não ser meus colegas de trabalho - e minha família, é claro.

Nossa, como eu precisava de acordar. Esta era a realidade. Eu iria para os Jogos Vorazes... Estava tão apavorado que minha mente apagou por completo o facto de termos uma voluntária esse ano. Olhei para ela em minha frente e lhe estendi a mão, que ela recusou com uma expressão fria. Sacudi minhas mãos e lhe lancei um sorriso torto como resposta.

É, eu iria para os Jogos Vorazes. E não iria voltar.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Colheita no Distrito 11   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Colheita no Distrito 11
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Antigo Distrito Uchiha
» [PRIMEIROS PASSOS] Salvando a Colheita - 09/08/2015
» A Colheita
» Distrito Comercial
» Campo de Colheita do Norte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
67º Edição Anual dos Jogos Vorazes :: Distritos :: Colheita-
Ir para: